Menu

Pacientes recebem dicas sobre educação para o trânsito no Hospital de Base

nobanner

Pacientes das alas de ortopedia do Hospital de Base Ary Pinheiro (HB) – referência no tratamento de alta complexidade em Rondônia – receberam orientações, dicas e palavras de incentivos sobre a importância da vida.
O serviço foi prestado pela Divisão de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran). A equipe, formada por oito profissionais, percorreu todas as enfermarias. Muitos pacientes se emocionaram com as palavras de carinho levadas pela equipe.

A ideia do projeto, além de orientar os pacientes sobre a importância da educação no trânsito, tem como objetivo mostrar para a população o reflexo da imprudência no Sistema Único de Saúde (SUS). Dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) apontam que do total das internações, praticamente a metade – 48% – envolveu motociclistas. Este índice em Rondônia é bem maior, proporcionalmente, que estados da região Sudeste do país.

Para o Ministério da Saúde (MS), isso caracteriza uma situação epidêmica, e as causas mais comuns são: direção perigosa e condução das motos por pessoas alcoolizadas, por isso o Governo de Rondônia busca a conscientização da população sobre os reflexos que os acidentes trazem ao SUS.

“Espero que a morte do meu filho não seja em vão, e que as pessoas aprendam a respeitar as normas de trânsito”. A afirmação é da jovem Gabriela Ferreira da Silva, moradora do bairro Jardim Santana, zona Leste de Porto Velho.
Ela é uma das dezenas de vítimas de acidentes de trânsito que receberam palestras sobre a importância da educação para o trânsito. Gabriela sofreu fratura e perdeu seu bebê no acidente, ocorrido na zona Leste de Porto Velho.

De forma bem didática, agentes de trânsito falam sobre assuntos do cotidiano de quem usa ruas e avenidas para se locomover. Dorival Gomes Bezerra, que se recupera de uma fratura de fêmur, afirma ser muito importante a iniciativa do Detran em conversar com as pessoas sobre os cuidados que podem evitar acidentes, muitas vezes, fatais.

De acordo com Roniclei Pires, chefe da Divisão de Educação Para o Trânsito do Detran, a meta é transformar as pessoas vítimas de acidente em multiplicadores. O testemunho dado por eles vai ajudar a conscientizar motoristas e pedestres sobre a importância de conviver em harmonia, respeitando as normas e tendo cuidado redobrado com a segurança.

Parte das mensagens é passada pelo boneco Didico. Ele “conversou” com João Batista da Silva, morador da cidade de Novo Horizonte. Com fratura de fêmur, ele prestou muita atenção nas informações passadas por Didico, que apesar de ser um “menino” de apenas oito anos, sabe muito sobre educação para o trânsito.

O coordenador da Divisão de Educação Para o Trânsito da Semtran, J. Silva, avalia como muito importante a parceria com o governo de Rondônia. Para ele, a união fortalece ainda mais a campanha e garante uma abrangência acima das expectativas.

Texto: Zacarias Pena Verde

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.
#
Ir para a barra de ferramentas